Silvio Santos foi candidato a presidente em 1989

Edmundo Leite - Acervo Estadão

13/09/2018 | 20h19    

Apresentador e dono do SBT chegou a fazer campanha pelo Partido Municipalista Brasileiro

O apresentador de TV e dono do SBT em  campanha em 1989.

O apresentador de TV e dono do SBT em  campanha em 1989. Foto: Luiz Antônio Costa

Você votaria em Silvio Santos para presidente do Brasil? Na histórica campanha eleitoral de 1989, a primeira eleição presidencial direta após o fim da ditadura militar, isso quase foi possível. Após fracassar numa tentativa de sair candidato pelo PFL no lugar de Aureliano Chaves, o apresentador de TV e dono do SBT chegou a fazer campanha pelo nanico Partido Municipalista Brasileiro por alguns dias e liderar as pesquisas de intenção de voto. 

Na manobra para viabilizar a candidatatura deo homem do baú, o candidato Armando Corrêa renunciou em favor de Silvio Santos a poucos dias das eleições, mas os eleitores que quisessem eleger o homem do sorriso teriam que votar no nome do Corrêa na cédula. O Tribunal Superior Eleitoral julgou os vários pedidos de impugnação impetrados por partidos adversários e decidiu barrar a candidatura.

Por sete votos a zero, os ministros do TSE entenderam que Silvio Santos era inelegível por ser concessionário de uma rede de televisão e consideraram inexistente o  Partido Municipalista. Leia detalhes da curta candidatura nas páginas do Estadão da época:

Estadão - 10/11/1989

O apresentador Silvio Santos candidato em 1989.

O apresentador Silvio Santos candidato em 1989. Foto: Acervo Estadão

Estadão - 10/11/1989

Silvio Santos candidato a presidente em 1989.

Silvio Santos candidato a presidente em 1989. Foto: Acervo Estadão

Estadão -2/11/1989

Silvio Santos canditato a presidente em 1989.

Silvio Santos canditato a presidente em 1989. Foto: Acervo Estadão

> Leia tudo sobre a candidatura de Silvio Santos

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | instagram