A despedida de Pelé do Santos em fotos exclusivas

Edmundo Leite - Acervo Estadão

02/10/2019 | 09h42   

Equipe do jornal fez vários fotos e Reginaldo Manente conseguiu entrar sozinho no vestiário

O dia 2 de outubro de 1974 é um marco na história do futebol brasileiro e mundial. Naquela noite, na Vila Belmiro, Pelé, o maior jogador de todos os tempos, fazia a sua última partida com a camisa do Santos. Era o fim de uma vitorioso carreira de 18 anos no clube do litoral paulista, onde se consagrou e fez a maioria de seus mais de mil gols.

Pelé chora no vestiário fotagrafado por Reginaldo Manente em sua despedida do Santos.

Pelé chora no vestiário fotagrafado por Reginaldo Manente em sua despedida do Santos. Foto: Reginaldo Manente/Estadão

A equipe do Estadão, que contava com Fausto Silva como um dos repórteres, foi com alguns de seus melhores fotógrafos para cobrir a partida: Domício Pinheiro, Reginaldo Manente, Alfredo Rizzuti e Claudine Petroli. Manente conseguiu entrar no vestiário e fazer fotos exclusivas de Pelé no momento em que o craque deixava o campo.

Sozinho no vestiário após deixar o campo escoltado e cercado por uma multidão, Pelé se emociona junto ao seu armário no vestiário da Vila Belmiro. Veja a sequência de fotos e como o jornal cobriu a despedida em três páginas.

14 imagens

Leia também:

> Pelé também é o rei das propagandas

> O gol mais bonito e imaginado de Pelé

> Fotos históricas: o casamento de Pelé

> Pelé, Miss Brasil e Éder Jofre

> Pelé e os Trapalhões

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | instagram