Conheça a história do Minhocão em páginas e fotos do Estadão

Acervo - Estadão

24/01/2021 | 05h06   

Viaduto elevado que liga zonas leste e oeste de São Paulo foi inaugurado em 24 de janeiro de 1971

Um Fusca quebrado provocou congestionamento no dia da inauguração do Minhocão.

Um Fusca quebrado provocou congestionamento no dia da inauguração do Minhocão. Foto: Ywane Yamazaki/Estadão

Controverso desde sua concepção no fim da década de 1960, o viaduto elevado gigante apelidado pelos paulistanos de Minhocão já mudou de nome, foi fechado para o tráfego de veículos no período noturno e nos fins de semana, passou por reformas, limpezas, tentativas de embelezamento estético do entorno enquanto as propostas para a sua demolição ou transformação em um parque permanente geraram debates arquitetônicos e urbanísticos, mas não se concretizaram.

Acompanhe nas páginas do Acervo Estadão alguns dos momentos da via que completa a ligação das regiões leste e oeste de São Paulo a partir do centro da cidade. 

PROJETO

O projeto do elevado foi apresentado à prefeitura pelo arquiteto Luiz Carlos Gomes Cardim Sangirardi na administração do prefeito Faria Lima (1965-1969), que não o levou adiante. Retomado pelo seu sucessor, Paulo Maluf, o elevado foi construído em apenas 11 meses. Maluf tinha pressa, seu mandato era de apenas dois anos, com o de todos os prefeitos não eleitos nomeados durante a ditadura militar. Em menos de um ano a população viu surgir uma obra monumental que passava entre os prédios e recebera o nome de Elevado Costa e Silva, em homenagem ao segundo presidente da ditadura militar.

>> Estadão 18/9/1969

Reportagem sobre o Minhocão no jornal de 18/9/1969

Reportagem sobre o Minhocão no jornal de 18/9/1969 Foto: Acervo Estadão

Perspectiva do projeto original do Minhocão, de 1969

Perspectiva do projeto original do Minhocão, de 1969 Foto: Prefeitura de São Paulo

>> Estadão 23/1/1971

Reportagem sobre o Minhocão no jornal de 23/1/1971

Reportagem sobre o Minhocão no jornal de 23/1/1971 Foto: Acervo Estadão

CONSTRUÇÃO

As obras do Minhocão provocaram uma drástica desvalorização imobiliária na avenida São João, que desde a década de 1950 já sentia os efeitos da migração de empresas para a Avenida Paulista. Antes mesmo da inauguração, as placas de 'vende-se' lotavam as fachadas dos prédios da avenida. Foi o que registrou a reportagem "Elevado, o triste futuro da avenida", publicada em 1 de dezembro de 1970. Na legenda da foto, a frase "Minhocão: aqui morrem o metrô e a avenida São João."

>> Estadão 23/5/1970

Minhocão engole a praça Marechal Deodoro em charge de Biganti, 23/5/1970

Minhocão engole a praça Marechal Deodoro em charge de Biganti, 23/5/1970 Foto: Biganti

>> Estadão 1/12/1970

Página do jornal de 1/12/1970

Página do jornal de 1/12/1970 Foto: Acervo Estadão

Vista aérea da construçao do Minhocão em 27/4/1970

Vista aérea da construçao do Minhocão em 27/4/1970 Foto: Estadão

Vista aérea da Avenida General Olímpio da Silveira e da construção do "Minhocão",  atual Elevado Presidente João Goulart, no Centro de São Paulo, 27/4/1970 

Vista aérea da Avenida General Olímpio da Silveira e da construção do "Minhocão",  atual Elevado Presidente João Goulart, no Centro de São Paulo, 27/4/1970  Foto: Acervo/ Estadão

Minhocão recebendo últimos retoques antes da inauguração, em 20 de janeiro de 1971.

Minhocão recebendo últimos retoques antes da inauguração, em 20 de janeiro de 1971. Foto: Rolando/Estadão

INAUGURAÇÃO

A via elevada foi entregue aos paulistanos em 24 de janeiro de 1971. Era um bonito domingo de sol e o paulistano saiu com a família para fazer um passeio motorizado, conhecer o novo 'presente' que a cidade ganhara ao completar 417 anos.  "Foi construído o maior viaduto da América Latina, que acompanha as depressões e elevações do terreno, fazendo com que nos vejamos em uma verdadeira montanha russa", escreveu o Estadão.

A reportagem acompanhou o primeiro dia de funcionamento do novo viaduto e registrou além da solenidade oficial, o movimento intenso dos carros, as pessoas nas janelas dos prédios e flagrou carros quebrados que provocaram lentidão no trânsito. 

>> Estadão 26/1/1971

Reportagem sobre o Minhocão no jornal de 26/1/1971

Reportagem sobre o Minhocão no jornal de 26/1/1971 Foto: Acervo Estadão

Público conhece o Minhocão durante sua inauguração, em 24 de janeiro de 1971.

Público conhece o Minhocão durante sua inauguração, em 24 de janeiro de 1971. Foto: Rolando/Estadão

CIRCULAÇÃO

A cidade ganhava uma via rápida, porém, perdia uma área com várias referências históricas. "Quem diz que o Minhocão é útil?”, perguntava o Estado dois dias antes da inauguração. “Em São Paulo foi construído o maior viaduto da América Latina, que acompanha as depressões e elevações do terreno, fazendo com que nos vejamos numa verdadeira montanha russa. Mas São Paulo não é só zona oeste”, dizia o jornal. E concluía, “para a cidade, seria mais rentável o metrô" (que viria a ser inaugurado três anos depois)”.

 

Na foto abaixo, feita de dentro de um Fusca, é possível ver uma torre de contole situada à altura da Conselheiro Brotero, paralela à Avenida Pacaembu. O local era considerado estratégico para a visualização do viaduto.

Torre de observação no Minhocão 

Torre de observação no Minhocão  Foto: Acervo Estadão

Um Opala e Fuscas circulam pelo Minhocão

Um Opala e Fuscas circulam pelo Minhocão Foto: Acervo Estadão

Elevado passou a ter o horário de funcionamento restrito durante gestão de Luiza Erundina na Prefeitura.

Elevado passou a ter o horário de funcionamento restrito durante gestão de Luiza Erundina na Prefeitura. Foto: Arivaldo Vicentini/Estadão

Uma das críticas ao Minhocão era a invasão a privacidade das pessoas que moram em volta. A distância média do elevado para as janelas chega a 5m em alguns trechos.

Uma das críticas ao Minhocão era a invasão a privacidade das pessoas que moram em volta. A distância média do elevado para as janelas chega a 5m em alguns trechos. Foto: Luiz Prado/Estadão

Minhocão usado como área de lazer nos fins de semana em 28/5/1990.

Minhocão usado como área de lazer nos fins de semana em 28/5/1990. Foto: Clóvis Ferreira/Estadão

Agente da CET abre cancela do Minhocão às 6h30 da manhã em 18/1/2011

Agente da CET abre cancela do Minhocão às 6h30 da manhã em 18/1/2011 Foto: Fernando Dantas/Estadão

Operários fazem manutenção na parte inferior do Minhocão em 18/1/2011.

Operários fazem manutenção na parte inferior do Minhocão em 18/1/2011. Foto: Fernando Dantas/Estadão

Pedestre na parte inferior do Minhocão em 12/9/2014.

Pedestre na parte inferior do Minhocão em 12/9/2014. Foto: Márcio Fernandes/Estadão

Vista aérea de trecho do Minhocão em 12/9/2014

Vista aérea de trecho do Minhocão em 12/9/2014 Foto: Márcio Fernandes/Estadão

Minhocão pela vista de um helicóptero rem 27/11/2013

Minhocão pela vista de um helicóptero rem 27/11/2013 Foto: José Patrício/Estadão

>> Minhocão no Acervo Estadão

+ ACERVO

> Veja o jornal do dia que você nasceu

> Capas históricas

> Todas as edições desde 1875

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.