Desabamento do Palace II matou 8 pessoas no Rio em 1998

Acervo - Estadão

15/10/2019 | 13h44   

Edifício na Barra da Tijuca havia sido construído por empresa do deputado Sérgio Naya

Era madrugada de  22 de fevereiro de 1998 quando moradores de um condomínio na Barra da Tijuca, bairro nobre na zona Oeste do Rio, acordaram com um estrondo e um abalo na estrutura do prédio onde moravam. A Defesa Civil foi chamada e logo depois começou a evacuar os moradores dos 22 andares do Palace II, a segunda torre do condomínio construído pela Sersan, do então deputado federal Sérgio Naya. Mesmo com a evacuação, cerca de 30 pessoas ainda estavam no prédio quando parte dele desabaou, deixando 8 mortos e um estrago irrecuperável na vida de todos os outros moradores. Em 2012, três prédios desabaram no Centro do Rio de Janeiro deixando 19 mortos e três desaparecidos. Em abril deste ano, 24 pessoas morreram no desbamento de dois edifícios a favela da Muzema, na zona oeste da capital carioca. 

Página do Estadão com a notícia do desabamento do edifício Palace II.

Página do Estadão com a notícia do desabamento do edifício Palace II. Foto: Acervo Estadão

 

O Estado de S.Paulo- 02/03/1998

O Estado de S.Paulo- 02/03/1998 Foto: Acervo/Estadão

 

O Estado de S.Paulo- 28/02/1998

O Estado de S.Paulo- 28/02/1998 Foto: Acervo/Estadão

 

O Estado de S.Paulo- 28/02/1998

O Estado de S.Paulo- 28/02/1998 Foto: Acervo/Estadão

 

O Estado de S.Paulo- 02/03/1998

O Estado de S.Paulo- 02/03/1998 Foto: Acervo/Estadão

Em 

Leia mais sobre o desabamento do Palace II

Veja galeria com a cobertura do desbamento do Palace II

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | instagram