Em 1999, Conselho Federal de Psicologia proibiu reversão sexual

Liz Batista

19/09/2017 | 17h37   

Documento condena ação de psicólogos que prometem tratar e reverter homossexualidade

O Estado de S.Paulo - 23/03/1999 

 

Cresce a mobilização que critica a liminar concedida pelo juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho que determina que terapias de “reversão sexual” não podem ser proibidas pelo Conselho Federal de Psicologia.  A brecha permite que tratamentos desse gênero possam ser oferecidos por psicólogos. 

Desde 1999 o Conselho Federal de Psicologia (CFP) condena a ação de psicólogos que prometem tratar e curar homossexuais. A entidade publicou uma resolução coibindo tais práticas. O documento deixava clara a posição dao CFP : a homossexualidade "não constitui doença, nem distúrbio, nem perversão.

Desde 1985 o Conselho Federal de Medicina não considera homossexualidade "desvio ou transtorno sexual."A Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da lista internacional de doenças em 1990. 

 

#Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão |

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | Instagram |