Gradiente lançou o seu iPhone em 1999

Carlos Eduardo Entini e Liz Batista - Acervo Estadão

10/09/2019 | 13h01   

Estadão noticiou conceito de internet pelo telefone desde seu surgimento em meados dos anos 1990

Iphone da Gradiente no jornal.

Iphone da Gradiente no jornal. Foto: Acervo Estadão

Antes de ter seu nome indissociavelmente ligado à Apple o iPhone fez seu debute no País como uma criação da Gradiente. A empresa  fez o registro do marca no Brasil em 2000, sete anos antes da Apple lançar mundialmente o seu modelo. O aparelho celular com acesso à internet foi apresentado ao mercado nacional na Telexpo e virou notícia no Estadão de 03 de abril de 2000. Baseado no modelo 7160 da Nokia, empresa com a qual a Gradiente tinha um acordo tecnológico, o aparelho era "o primeiro celular equipado com microbrowser" da empresa, contava a matéria. Na época a Apple ainda não havia entrado no mercado de smartphones, que era disputado pela Motorola, Nokia e Samsung.

Assim como e-mail, iPhone, antes de pertencente à uma marca, é um conceito. No caso de acesso à internet pelo telefone ou, como foi no começo, transmissão de voz pela internet, o VoIP (Voice Over Internet Protocol). iPhone era a nomenclatura usada antes da popularização da palavra smartphone. 

Reportagem com menção ao Iphone da Gradiente.

Reportagem com menção ao Iphone da Gradiente. Foto: Acervo Estadão

i-Phone com fio. A primeira empresa a lançar um produto com nome iPhone foi a americana InfoGear em 1998, e ele não era mobile. O telefone tinha um sistema de browser que permitia conectar-se à internet, e-mail com viva-voz, uma secretária eletrônica digital e era touchscreen. Em 21 de setembro de 1999 o Estadão publicou uma a análise do aparelho que permitia “conversar no telefone e usar a internet ao mesmo tempo”.

O Estado de S.Paulo - 21/9/1999

O Estado de S.Paulo - 21/9/1999 Foto: Acervo/Estadão

Publicidade do I-phone da InfoGear

Publicidade do I-phone da InfoGear Foto: Acervo/ Estadão

Em outra reportagem sobre computadores de mão, publicada em 1 de janeiro de 2000, o iphone da InfoGear era descrito como o aparelho ideal “para quem achava que o futuro pertence a eletrônicos de comunicações sem nenhuma semelhança com o micro”. 

i-Phone no Descktop. Antes de ter se juntado ao telefone, iphone era sinônimo dos comunicadores instantâneos. A primeira ocorrência registrada no Estadão Acervo foi o iphone da Vocaltec, em 1995, um sistema VoIP que permitia transmissão de voz através dos serviços de dados da rede.

O Estado de S.Paulo - 13/11/1995

O Estado de S.Paulo - 13/11/1995 Foto: Acervo/Estadão

Programa de VoIP da Vocaltec (1995)

Programa de VoIP da Vocaltec (1995) Foto: Acervo/Estadão

# Assine |  # Licenciamento de conteúdos Estadão

# Siga: twitter@estadaoacervo | facebook/arquivoestadao | instagram